Alucinação – Minha Vó Costurou Minha Mãe Uma Mulher de Costura 




©2023








editorial design
graphic production
art direction





This work is a result of the curation and editing done by Rodrigo Marques on a poem written by Samuel Maciel Martins. "The book originates from an inhospitable continent, using dense and precise language to capture the poetry that dwells in the everyday lives of those who are young, black, and residing on the outskirts of a country named Brazil. Samuel Maciel Martins resides in Ceará - Sertão Central, and he was born in Quixeramobim, the land of Canudos. Within this context, his debut piece introduces a persona who tirelessly strives to preserve his own memory and that of his ancestors. He undertakes this mission armed with a daring artistic consciousness, offering the reader poems that will echo profoundly, remaining as a poignant, indispensable, and beautiful memory for a long time."

The book, printed solely in black, boasts a relatively uncomplicated visual design. The rhythm inherent in the texts and poems follows carefully calculated mathematical relationships. The stitching serves as a graphical element that connects with the title of the work. For the book's dust jacket, we envisioned a poster adorned with a collection of simple shapes derived from the foundational graphic proportions created. This allows for a seamless fit and visual contrast against the book's inherent minimalism. The interplay of colors and overlapping shapes cultivates the notion of exclusivity inherent in each individual copy. The screen printing incorporates fluorescent and vibrant hues in an abstract manner. The various choices made throughout this project stem from a focus on the visual aesthetics, meticulous attention to detail, and the essential visual traditions necessary for the creation of a final tangible product that exudes care and imaginative fervor. An epitome of hallucination.















Alucinação – Minha Vó Costurou Minha Mãe Uma Mulher de Costura

©2023 - design editorial, produção gráfica & direção de arte


Esta obra é fruto da curadoria e edição de Rodrigo Marques sobre o poema de Samuel Maciel Martins. “O livro arranca de um continente hostil, com palavras densas e certeiras, a poesia que habita o cotidiano de quem é negro, jovem e mora na periferia de um país chamado Brasil. Samuel Maciel Martins mora no Sertão Central cearense, nasceu em Quixeramobim, terra-semente de Canudos. Ali, criou, na sua obra de estreia, uma persona que luta para não perder a própria memória e a memória dos seus antepassados, e faz isto munido de uma consciência artística ousada, ofertando à leitora e ao leitor poemas que ficarão por muito tempo reverberando como uma lembrança dolorosa, imperdível e bela.”

O livro impresso apenas em preto, apresenta uma estrutura gráfica relativamente simples. O ritmo ditado pelos textos e poemas encontram relações matemáticas cuidadosamente desenhadas. A costura foi pensada como recurso gráfico que se conecta ao título da obra. Para a sobrecapa, imaginamos um poster e serigrafamos um conjunto de formas simples encontradas na base das proporções gráficas criadas, possibilitando o encaixe e o contraste visual sobre o minimalismo do livro em si. A combinação de cores e sobreposição das formas constrói a ideia de exclusividade presente em cada cópia da obra. A serigrafia faz ainda uso de cores fluorescentes e vibrantes sobre um sumário. As diversas escolhas realizadas neste projeto encontram relação com o labor gráfico, atenção ao detalhe e tradições visuais fundamentais para construção de um sentimento final material de cuidado e imaginação. De alucinação.




For more information: ola@felipegoes.com



©2023. Felipe Goes